Programas - Domingo

=====================================================================================

  PROGRAMAÇÃO DE DOMINGO

===================================================================================

- LOVE TIME:  Programa que apresenta sucessos românticos dos anos 70, 80, 90 e atuais além dos quadros: toque do coração, de coração para coração e a tradução.

Apresentação: Mauro Vitulo

Horário: Diariamente a partir das 00h00min.

====================================================================================

- CULTURA FIM DE SEMANA: Uma seleção musical super especial. Em cada bloco uma atração.  

Horário: Sábado e Domingo a partir das 04h00min.

=====================================================================================

- BRASIL REGIONAL: Descobrindo os sons do Brasil.Produção Rádio Senado de Brasília.

Produção e apresentação: Deraldo Goulart.  

Horário: Domingo à 06h00min.

=====================================================================================

- REPORTAGEM ESPECIAL: Reportagens especiais.Produção Rádio Senado de Brasília.

Horário: Domingo à 06h30min.

Dia 18/02 -  Reportagem da Rádio Senado mostra resistência à criação da Eletrobras nos anos 50

No momento em que se discute privatização da estatal de energia, programa revela documentos históricos e pressão de empresas privadas

No Carnaval de 1954, os foliões brincaram no Rio de Janeiro ao som de uma marchinha que debochava de uma mazela que infernizava a capital do Brasil: os apagões quase diários. A canção Vaga-Lume denunciava: “Rio de Janeiro / Cidade que nos seduz / De dia falta água / De noite falta luz”.  A Reportagem Especial que a Rádio Senado leva ao ar nesta sexta-feira (08/12), às 18h, mostra que foi para acabar com o problema da falta de energia elétrica que o presidente Getúlio Vargas propôs a criação de uma empresa estatal de eletricidade. O projeto da Eletrobras foi apresentado ao Congresso Nacional naquele mesmo ano de 1954.

Documentos históricos guardados no Arquivo do Senado apontam que a proposta de Vargas se arrastou por anos pelas comissões do Senado e da Câmara por causa das pressões feitas pelas duas empresas privadas que, na época, dominavam o mercado brasileiro de energia elétrica e eram contra a entrada do poder púbico no negócio.

O programa de 30 minutos mostra os pronunciamentos dos senadores a respeito do projeto de lei da Eletrobras. Um deles chegou a propor que empresa não se chamasse Eletrobras, mas Celfe — sigla de Centrais Elétricas Federais. A sugestão passou no Senado, mas acabou sendo derrubada na Câmara.

O projeto da estatal elétrica só seria aprovado em 1961, sete anos depois de Vargas apresentar seu projeto, e a inauguração ocorreria em 1962. A Eletrobras conseguiu atender à demanda que as duas empresas privadas não conseguiam suprir e permitiu que o país vivesse o “milagre econômico” da década de 1970.

A Reportagem Especial “Eletrobras, a empresa que tirou o Brasil da escuridão” foi produzida pelo jornalista Ricardo Westin, do Jornal do Senado.

=====================================================================================

- SOMTEMPORÂNEO: O programa SomTemporâneo apresenta semanalmente uma seleção com o melhor da música contemporânea do Brasil, preparada e comentada pelo radialista e jornalista Guilherme Miquelutti.

Produção e Apresentação: Guilherme Miquelutti

Horário: Domingo as 07h00min.     

Dia 18/02 - Confira os destaques:

- Ops, Jack Nilson, Figueroas.

- Almério, São Yantó, Tiê.

- Rincon Sapiência, Curumin, Ccoma.

- Letrux, Noporn, Ga31.

=====================================================================================

- CLÁSSICOS DA MÚSICA: Os sucessos que marcaram época.

Horário: Domingo às 08h00min.

=====================================================================================

- BRASIL INSTRUMENTAL: O programa abre espaço para o melhor da produção instrumental brasileira, dos discos de músicos históricos ao trabalho de jovens talentos.

Um espaço totalmente dedicado ao melhor da produção instrumental brasileira, dos jovens talentos aos profissionais que fizeram história nessa área.

Produção: Rádio Câmara de Brasília

Apresentação - Carmen Delpino

Horário: Domingo às 09h00min.

Dia 18/02 - A música requintada desse trio de jovens brasilienses é o destaque do Brasil Instrumental deste domingo. A conversa será com dois dos três músicos da banda: o baterista Alan Dieggo e o baixista Jefferson Amorim.

A guitarra de Luiz Henrique Silva completa o trio. Juntos, eles lançaram, recentemente, o álbum “A Tale Of No One’s Savior”, álbum 100% autoral e inédito que vai embalar a entrevista.

==============================================================================

- MÚSICA INTERNACIONAL: 

Horário: Sábado e Domingo às 10h00min.

=====================================================================================

 - ALMOÇANDO COM MÚSICA: Música instrumental e orquestras fazendo a trilha musical no seu horário de almoço.

 Horário: Diariamente as 12h00min.

=====================================================================================

- SÓ SUCESSOS:  Os grandes sucessos da música que estão ou estiveram nas paradas de sucesso do Brasil e do Mundo.  

Horário: Domingo: as 14h00min.

======================================================================================

- MÚSICA SIMPLESMENTE: Programa de 01 hora de duração, que atende o intérprete solicitado pelo internauta através do e-mail da emissora. 

Horário: Domingo as 19h00min.

Atrações:

Dia 18/02- Daniela Mercury.

======================================================================================

- APLAUSO: O Programa que traz o perfil de um artista da MPB. Produção Rádio Câmara de Brasília.

Apresentação e direção - Carmen Delpino

Coordenação - Mônica Montenegro

Produção - Melissa Barbosa.

Horário: Domingo as 20h00min. 

Dia 18/02 - O escritor Zuza Homem de Mello vai explicar tudo sobre o samba-canção, no programa Aplauso deste domingo: as estórias, os personagens, as características desse gênero musical que se desenvolveu e cresceu nas boates de Copacabana e que acabou tomando conta do Brasil, entre os anos 1940 e 1950, através da Rádio Nacional.

No recém-lançado livro “Copacabana – A trajetória do samba-canção” (Editora 34), Zuza teoriza que a Bossa Nova não foi a antítese do samba-canção e, sim, sua continuidade. E vai além: se arrisca a dizer que muitos clássicos da Bossa Nova e vários sucessos de Cartola e Noel Rosa são, na verdade, sambas-canção.

A trilha sonora do programa propõe uma viagem no tempo através de composições de Dolores Duran, Lupicínio Rodrigues e Maysa, entre outros.

=====================================================================================

- TANGOS E BOLEROS: Uma viagem pela magia dos ritmos.

Horário: Domingo às 21h00min

=====================================================================================

- ESQUINA DO JAZZ: Uma viagem pela história, pelos estilos e pelas personalidades do jazz, a forma mais universal da música negra.

Horário: Domingo as 22h00min. 

Dia 18/02 - Especial Lou Rawls. 

No programa Esquina do Jazz desta semana, uma seleção de canções que inclui Tobacco Road, Summertime, Stormy Weather, Georgia on my Mind, entre outros clássicos do gênero.

=====================================================================================

- PAUTA MUSICAL: Um passeio pela magia da música erudita.Produção Rádio Câmara de Brasília.

Texto e apresentação: Ana Lúcia Andrade

Horário: Domingo as 23h00min.

Dia 18/02 - Célebres aberturas de óperas no programa Pauta Musical deste domingo.

Leveza, intenso colorido e apelo sentimental na música de um compositor de forte veia cômica.

Aberturas de La Cambiale di Matrimonio, La Gazza Ladra, Il Turco in Italia, La Cenerentola, La Scala di Seta e La Pietra del Paragone, de Gioachino Rossini, executadas pela Filarmônica de Berlim e Royal Philharmonic, regidas por Herbert von Karajan e Evelino Pidò.

 

 

 

 

 

 

 

PUBLICIDADE