MENU
Aplauso deste domingo dia 07/07 as 20h00min destaca Chico Buarque - 80 anos de música e dramaturgia.
05/07/2024 21:59 em Atrações

Não é de hoje que a obra do cantor e compositor Chico Buarque é tema de estudos acadêmicos e assunto para livros que analisam suas canções. Em 2024, ano em que ele completa 80 anos, as prensas aumentaram sua produção e novas publicações chegaram às livrarias. Uma delas é “Chico Buarque em 80 Canções” (Editora 34) do jornalista e pesquisador André Simões. A jornalista Carmen Delpino entrevista Simões, nesta edição semanal do Aplauso. No livro, como o título indica, Simões destrincha 80 composições de Chico Buarque, da seminal Pedro Pedreiro (1965) a Que Tal Um Samba (2022), evidenciando a habilidade de Chico de compor letras e melodias. Além de canções que conquistaram corações e mentes, Chico Buarque também teve participação importante na história da dramaturgia brasileira, compondo trilhas ou escrevendo espetáculos inteiros. Na entrevista concedida ao programa, André Simões foca justamente na contribuição de Chico para a dramaturgia com peças que entraram para a história como Roda Viva, Calabar e Gota d’Água.

Músicas utilizadas
Pedro Pedreiro (Chico Buarque) – Chico Buarque
Que Tal um Samba (Chico Buarque) – Chico Buarque
Funeral de um Lavrador (João Cabral de Melo Neto/ Chico Buarque) – Chico Buarque
Roda Viva (Chico Buarque) – Chico Buarque e MPB-4
Bárbara (Ruy Guerra/ Chico Buarque) – Chico Buarque
Gota d’Água (Paulo Pontes/ Chico Buarque) – Chico Buarque
Flor da Idade (Chico Buarque) – Chico Buarque
Homenagem ao Malandro (Chico Buarque) – Moreira da Silva
Beatriz (Chico Buarque/ Edu Lobo) – Milton Nascimento
Choro Bandido (Chico Buarque/ Edu Lobo) – Chico Buarque
Lábia (Chico Buarque/ Edu Lobo) – Zizi Possi

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!