Nova estrutura reúne órgão de segurança, permitindo monitoramento em tempo real de mais de 150 pontos de Santa Maria

A Prefeitura de Santa Maria, junto da Brigada Militar e da Polícia Civil, apresentou, oficialmente, na manhã desta sexta-feira (14), o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) para o Comando de Segurança Estadual. É a concretização de um projeto que vai revolucionar a segurança pública em Santa Maria, por meio da tecnologia e da integração entre os órgãos da área, e de um compromisso firmado pelo governo do prefeito Jorge Pozzobom.

Localizado na Avenida Medianeira, 91, no Bairro Medianeira, o prédio que abriga o Ciosp recebeu uma visita técnica de autoridades em segurança pública no Estado, como o vice-governador Ranolfo Vieira Júnior, que também é o secretário Estadual de Segurança Pública, e a chefe de Polícia Civil no Rio Grande do Sul, a delegada Nadine Anflor.

“Excelência absoluta. Foi o que vi durante a visita ao Ciosp. É a tecnologia a serviço da segurança pública. Foi uma satisfação ver o nível de integração entre os órgãos de segurança. É tudo que um administrador quer. Santa Maria, definitivamente, está de parabéns. É um Município exemplo para os demais”, elogiou o vice-governador Ranolfo.

No segundo andar do prédio, ficam os serviços de telefonia e monitoramento da Guarda Municipal e da Brigada Militar. Já no primeiro andar, ficará a Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA), hoje localizada na Rua dos Andradas. A previsão é de que ela comece a operar no novo endereço em até 20 dias.

“Haverá um novo espaço digno para o desenvolvimento do trabalho dos servidores e para o atendimento à população. Isso é qualificação na prestação de serviços públicos para todos os cidadãos. A integração entre as forças de segurança de Santa Maria é algo que só beneficia o Município. Muito obrigada a todos que tornaram essa estrutura possível, a todos os homens e mulheres que trabalham todos os dias para garantir a segurança da população”, disse a delegada Nadine.

Durante um almoço no Itaimbé Palace Hotel, logo após a realização de uma entrevista coletiva para a imprensa, o prefeito Jorge Pozzobom entregou placas de agradecimento àqueles que ajudaram a tornar realidade o projeto do Ciosp. Entre essas pessoas, o vice-governador, Ranolfo, e o presidente do Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro) de Santa Maria, Luiz Fernando Pacheco, que também é presidente da Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Santa Maria (Cacism).

“Não poderíamos deixar de agradecer àqueles que investiram seus esforços para a concretização desse projeto. Foi por meio dessas pessoas, principalmente, que foram viabilizados os recursos que possibilitaram a existência do Ciosp. Agora, Santa Maria, oficialmente, está com os órgãos de segurança trabalhando de forma integrada, seja para coibir ou investigar crimes. Ganha a população de Santa Maria. Temos a certeza de que haverá queda nos índices de criminalidade”, disse o prefeito Jorge Pozzobom,

As autoridades também participaram da inauguração simbólica do ponto de referência da Brigada Militar localizado em frente ao Supermercado Nacional, na Avenida Medianeira, no Bairro Medianeira, na manhã desta sexta.

Também estiveram presentes na ocasião, o delegado regional da 3ª Região Policial em Santa Maria, Sandro Meinerz; o comandante do Comando Regional de Policiamento Ostensivo (CRPO) Central da Brigada Militar, tenente-coronel Erivelto Hernandes Rodrigues, o comandante do 1º Regimento de Polícia Montada (1º RPMon), tenente-coronel Cleberson Braida Bastianello; o chefe da Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA), delegado Eduardo Machado; o presidente do PTB de Santa Maria, Jair Binotto; o chefe da Casa Civil da Prefeitura de Santa Maria, Guilherme Cortez; o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Orion Ponsi; o superintendente da Guarda Municipal de Santa Maria, Sandro Nunes; o coordenador da Coordenação Regional da Defesa Civil no Rio Grande do Sul, tenente-coronel Jacob Aristeu Pinton; o chefe da Delegacia de Polícia Federal em Santa Maria, delegado Tiago Welfer; representantes da 9ª Delegacia de Polícia Rodoviária Federal em Santa Maria; o comandante do 2º Batalhão Rodoviário da Brigada Militar, major Robinson Marcos Garcia, o delegado da Receita Federal em Santa Maria, Araquém Ferreira Brum; o comandante do 4º Batalhão de Bombeiros Militar (4º BBM) em Santa Maria, tenente-coronel José Carlos Salett de Almeida e Silva; o delegado da 2ª Delegacia Penitenciária Regional em Santa Maria, Anderson Prochnow; e o diretor da empresa Vigillare, Fabricio Soares.

O que é

O Ciosp começou a ser pensado em 2018. O projeto era de criação de uma grande central de inteligência em segurança pública que reunisse Guarda Municipal, Brigada Militar e Polícia Civil. Por meio dela, seria possível centralizar serviços de telefonia, radiocomunicação, cercamento eletrônico, controle semafórico e de localização de viaturas. Além disso, câmeras de segurança seriam instaladas em diferentes pontos da cidade, tanto em vias quanto em prédios públicos, possibilitando monitoramento 24 horas por dia, sete dias na semana.

O prédio

Hoje, servidores da Guarda Municipal, Brigada Militar e Polícia Civil já trabalham reunidos presencialmente em um prédio compartilhado na Avenida Medianeira, no Bairro Medianeira, onde funcionava a antiga Justiça Militar. Em dezembro de 2016, a estrutura foi cedida provisoriamente pela União para usufruto do Governo do Estado e, julho de 2020, houve a cessão, em definitivo, eliminando o custo com aluguel, por exemplo.

Cercamento eletrônico

A partir da contratação da empresa Vigillare Sistemas de Monitoramento, em julho de 2019, foram instaladas 807 câmeras de videomonitoramento em mais de 150 locais de Santa Maria. Além disso, foram montados controladores de velocidade nas principais ruas e avenidas da cidade. Tais soluções em segurança fazem parte do chamado cercamento eletrônico.

Os servidores de segurança pública têm acesso, a partir do Ciosp, a um circuito fechado de televisão que mostra, em tempo real, os principais acessos à cidade, pontos de movimentação de pessoas e Unidades Básicas de Saúde (UBS). Um sistema de alarme inteligente chama a atenção dos servidores caso alguma irregularidade perturbe essa rede de monitoramento. Por fim, um sistema de georreferenciamento permite a localização rápida de viaturas, facilitando o contato entre agentes de segurança e dando celeridade ao atendimento de ocorrências.

A transmissão é ao vivo a partir de 607 câmeras. As outras 208 possibilitam a gravação de imagens. A estrutura permite armazenamento de até 30 dias de dados. Por meio desse sistema, é possível, por exemplo, identificar suspeitos de terem cometido crimes, rastreamento de veículos em alta velocidade, envolvidos em acidentes ou que teriam cometido infrações de trânsito, como avançar o sinal vermelho ou estacionamento irregular.

Centralização dos serviços

Como as centrais telefônicas 153, da Guarda Municipal, 190, da Brigada Militar, ou 197, da Polícia Civil, estão instaladas no mesmo espaço físico, é possível que os três órgãos de segurança pública se articulem da melhor forma para responder às demandas da população. É possível, por exemplo, a troca de informações operacionais em meio a ocorrências para melhores tomadas de decisão.

Enquanto Guarda Municipal e Brigada Militar ocupam o segundo andar do prédio, a Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA) da Polícia Civil está no térreo. Celas para suspeitos detidos foram construídas recentemente.

Integram o Ciosp Santa Maria: Guarda Municipal, Brigada Militar, Polícia Civil, Ministério Público do Trabalho, Polícia Federal, Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal, Instituto-Geral de Perícias (IGP), Superintendência de Serviços Penitenciários (SUSEPE), o Consepro, Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M), Defesa Civil e Receita Federal.

Investimento

A adequação na estrutura física do prédio onde funciona o Ciosp foi viabilizada pelo Consepro, com recursos obtidos junto ao Ministério Público do Trabalho e à Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Santa Maria (Cacism). O investimento foi de cerca de R$ 600 mil.

O Município de Santa Maria, com recursos do Ministério do Trabalho, investe R$ 499.258,90 mensais na estrutura do Ciosp. É um total anual de R$ 5.991.106,80.

“Como cidadão de Santa Maria, é um grande prazer poder ajudar trazendo para a cidade um centro tão moderno. Segurança não se faz sem integração e inteligência. Essas são as principais características do nosso Ciosp”, disse o presidente do Consepro, Luiz Fernando Pacheco.

As despesas com água e luz são custeadas pela Secretaria de Segurança Pública do Governo do Estado. Manutenção em geral e limpeza são feitas pela Prefeitura. As despesas individuais são quitadas individualmente.

Conquistas

O Ciosp, hoje, é a central de recebimentos, despachos e controle estatístico no que se refere à segurança pública na cidade.

É por meio dela, por exemplo, que são montadas as estratégias de combate à Covid-19, a partir da Fiscalização Municipal Integrada. Além disso, durante a semana da Calourada Segura, em março deste ano, a delegacia móvel, montada na Praça Saturnino de Brito, foi conectada à rede do Ciosp, o que permitiu maior monitoramento do local e, consequentemente, mais segurança para quem festeja no local.

Ainda, durante a Romaria, no final de 2019, o sistema de câmeras de vigilância auxiliou os órgãos de segurança pública no acompanhamento dos fiéis que participavam da procissão.

O Ciosp também registra diversos casos de combate à criminalidade onde a coordenação entre os diferentes órgãos de segurança, possibilitada pelo compartilhamento do mesmo espaço físico e tecnologia à disposição, permitiu a elucidação de crimes. Um deles, foi o assalto a uma relojoaria da cidade. A partir das câmeras de segurança e dos dados registrados pela Guarda Municipal e Brigada Militar, Polícia Civil e polícias rodoviárias conseguiram identificar os suspeitos e prendê-los.

Com isso, é possível dizer que a estrutura atual tem permitido responder com maior agilidade às demandas da população. Os órgãos de segurança agem com maior eficiência quando qualquer um deles é acionado. O resultado é a garantia da integridade da população que está em Santa Maria.

Serviço

Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp)

  • Endereço: Avenida Medianeira, 91. Bairro Medianeira.
  • Telefones: 153 (Guarda Municipal), 190 (Brigada Militar) e 197 (Polícia Civil)

Texto: João Pedro Lamas (Mtb 17.688)
Fotos: Ariéli Ziegler (Mtb: 18.114)
Superintendência de Comunicação
Prefeitura Municipal de Santa Maria

Vídeo


 Fotos

                                         

Deixe seu Comentário