Professora da Rede Municipal de Ensino é finalista do Prêmio Educador Nota 10
11/07/2019 20:36 em Notícias

Cíntia Medianeira Bitencourt leciona artes na Escola Lívia Menna Barreto e criou uma animação com os alunos do 9º ano da instituição

Um trabalho original, corajoso e de extrema importância já está transformando a realidade e dando a devida relevância à Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Lívia Menna Barreto, no Bairro Camobi. É que professora de artes Cíntia Medianeira Bitencourt está entre as 50 finalistas do Prêmio Educador Nota 10, da Fundação Victor Civita em parceria com Abril, Globo e Fundação Roberto Marinho.

Com um trabalho ambicioso e que precisou de extrema dedicação e empenho, tanto dela quanto dos alunos, a professora ficou entre as finalistas do prêmio que contou com cerca de 5 mil trabalhos inscritos de todas as partes do Brasil. Pela conquista, a educadora já contará com o diploma de participação. Mas, ela poderá ir ainda mais longe e ficar entre os 10 finalistas, o que renderá R$ 15 mil para cada educador (em forma de vale-presente), além de R$ 1 mil para a escola em que foi aplicado o projeto. O resultado será divulgado no dia 17 de julho. Já a cerimônia de premiação ocorrerá no dia 30 de setembro, em São Paulo.

Para chegar onde está, a professora Cíntia, de 47 anos, desenvolveu um trabalho, ainda no ano de 2018, com os alunos do 9º ano do Ensino Fundamental. A animação intitulada "(Re) Pensando a vida no planeta" integra trabalho de arte e informática, em que o celular é a ferramenta que dá vazão à criatividade artística dos estudantes. Com trabalho de “Stop Motion”, a turma criou personagens, criou roteiro, realizou desenhos e produziu cenários com colagem de papéis, lápis de cor e outros materiais. Posterirormente, foram capturadas imagens, e um aplicativo de realidade aumentada garantiu a edição da animação.

Mestre em Arte e Tecnologia, a professora aplicou os conhecimentos adquiridos na academia em sua sala de aula. A proposta, conta a docente, foi aceita com entusiasmo pelos estudantes e, assim que concluído, foi motivo de orgulho para toda a comunidade escolar.

“Foi um trabalho que durou cerca de três meses para ser concluído, mas foi muito prazeroso, pois despertou mais autonomia aos estudantes e mais entusiasmo. O reconhecimento de estar entre os finalistas do Prêmio Educador Nota 10 é essencial para a continuidade dos projetos”, ressalta a professora.

A professora Cíntia Medianeira Bitencourt integra o quadro da Rede Municipal de Ensino há cerca de três anos e meio. Por meio de nota oficial, a Secretaria de Município de Educação encaminhou à educadora uma nota de reconhecimento pela conquista.

PRÊMIO EDUCADOR NOTA 10

Conforme a organização, o Prêmio Educador Nota 10 foi criado em 1998 pela Fundação Victor Civita, que, desde 2014, realiza a premiação em parceria com Abril, Globo e Fundação Roberto Marinho. Reconhece e valoriza professores da Educação Infantil ao Ensino Médio e também coordenadores pedagógicos e gestores escolares de escolas públicas e privadas de todo o país. O Prêmio tem o apoio de Nova Escola, Instituto Rodrigo Mendes e Unicef, e o patrocínio da Fundação Lemann e SOMOS Educação. Desde 2018, o Prêmio Educador Nota 10 é associado ao Global Teacher Prize, prêmio global de Educação.

Ao longo das últimas 21 edições, foram recebidos mais de 70 mil projetos, tendo sido premiados 231 educadores, entre professores e gestores escolares, que receberam aproximadamente R$ 2,58 milhões.

 

Texto: Maurício Araujo (Mtb 17.781)
Foto: João Vilnei
Superintendência de Comunicação
Prefeitura Municipal de Santa Maria

 

 Fotos

                                      
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE