Mídias da Europa e EUA reportam que Carlos Ghosn partiu do Japão com destino a Líbano
31/12/2019 06:36 em Internacional

As mídias da Europa e dos Estados Unidos reportaram que Carlos Ghosn, ex-presidente do conselho de administração da Nissan Motor, que se encontra em liberdade sob fiança no Japão, havia chegado ao Líbano.

Ghosn é acusado de ter omitido suas receitas como executivo nos relatórios financeiros da Nissan e de ter cometido grave abuso de confiança por apropriação indevida dos fundos da empresa.

A Corte Distrital de Tóquio autorizou sua saída da casa de detenção no mês de abril passado sob determinadas condições, inclusive a de que estava proibido de sair do Japão para um outro país.

Vários veículos de mídia europeus e americanos divulgaram que Ghosn havia chegado a Beirute, capital do Líbano, na segunda-feira à noite.

O jornal financeiro francês, Les Echos, reportou que Ghosn, que deveria permanecer em sua residência em Tóquio, chegara à capital libanesa, citando diversas fontes.

O jornal The New York Times também citou a partida surpresa de Ghosn do Japão, dizendo que não se sabe como foi possível ele deixar o Japão.

 

Fonte: NHK

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE