Ambulatórios em São Luís e em Imperatriz estão recebendo com exclusividade pacientes que são atendidos em UPAs das duas regiões.

Veja como funciona o serviço.

Profissionais da saúde trabalham em ambulatório para pacientes da Covid-19 no Maranhão. Divulgação/Secretaria de Saúde A Secretaria de Estado de Saúde (SES) inaugurou dois ambulatórios em São Luís e no município de Imperatriz para receber e atender pacientes com sintomas da Covid-19 nas duas cidades.

De acordo com a SES, o objetivo é evitar a complicações mais graves pela doença e reduzir a necessidade de internação.

O ambulatório de São Luís fica localizado em ala do anexo do Hospital Carlos Maceira, no bairro Renascença em São Luís.

O local está recebendo exclusivamente pacientes encaminhados pelas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da capital maranhense.

Em Imperatriz, o ambulatório fica localizado no Hospital Macrorregional Drª Ruth Noleto e também recebe somente pacientes encaminhados pela UPA Bernardo Sayão, que também fica na cidade.

Procura por atendimento A SES informou que os pacientes com sintomas de coronavírus só serão atendidos pelos ambulatórios após terem passado por alguma das UPAs da Grande Ilha de São Luís ou da Região Tocantina.

No local, os pacientes suspeitos são diagnosticados e recebem medicação e tem consultas de retorno remarcadas.

Em caso de internação, eles serão encaminhados para unidades de saúde que estejam recebendo pacientes com Covid-19. Segundo a secretaria, o ambulatório da capital maranhense tem capacidade de atender até 300 pessoas por dia e o de Imperatriz, 100.

As unidades funcionam todos os dias, das 8h às 18h.

Transporte Pacientes que derem entrada nas UPAs com sintomas da doença e não possuem transporte próprio, serão levados por meio de vans exclusivas da Secretaria de Saúde até o ambulatório.

O sistema facilita o atendimento e também o diagnóstico da doença.

MUDANÇAS: Serviços afetados pelo coronavírus no Maranhão O QUE FAZER: Para onde ir, caso apareçam os sintomas MAPA DO CORONAVÍRUS: Confira as cidades infectadas pelo país DÚVIDAS: Veja mais de 40 perguntas e respostas GUIA ILUSTRADO: Conheça mais sobre o Covid-19 Ficar em casa Ficar em casa é importante porque, segundo as autoridades de saúde, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças. Cuidados Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo.

Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas. Initial plugin text